“Difícil é encontrar alguém com quem você queira conversar por horas.”

Tati Bernardi.
“Tá doendo, tá sufocando, tá roubando minhas noites e atrapalhando meu sono.”

Tickets of Cassie. 
“Eu amava você pela maneira assustada que você descia as escadas, se irritando por gostar de mim. Eu deixei de te amar quando percebi que você era viciado nos primeiros dias do amor. Eu deixei de te amar porque eu sou viciada nos primeiros dias do amor e - quando seus olhos se aquietaram ao descer as escadas e me ver atirada no sofá - não pude suportar.”

Tati Bernardi.
“Caiu finalmente a minha ficha do quanto você é, tão e somente, um cara burro. E do quanto você jamais vai encontrar uma mulher que nem eu nesses lugares deprê em que procura. E do quanto a sua felicidade sem mim deve ser pouca pra você viver reafirmando o quanto é feliz sem mim e principalmente viver reafirmando isso pra mim.”

Tati Bernardi.
“A gente estava tão feliz, você lembra? Eu sei que você não consegue se esquecer disso. Nós estávamos deitados no banco de trás do seu carro e você cantava John Mayer baixinho pra ninguém escutar além de mim. Era quatro da manhã e eu me sentia a pior transgressora de todos os tempos. Você contou as estrelas comigo e elogiou cada pedacinho do meu corpo como se eu fosse a melhor coisa do mundo. Ninguém antes tinha feito todas essas coisas. Teve aquele outro dia também em que eu estava na minha melhor amiga e você estacionou o seu carro embaixo do condomínio dela enquanto eu bebia com uns caras que eu nunca tinha conversado antes. Você me esperou até três da manhã e não reclamou. A gente percorreu pelas ruas desertas da cidade em silêncio e eu estava triste porque havia descoberto umas falcatruas do meu ex-namorado. Você não me perguntou nada, só dirigiu enquanto o mundo inteiro desabava dentro de mim e eu senti uma imensa necessidade de te agradecer por me aguentar enquanto nenhum outro cara havia persistido tanto antes. Eu era a bonitinha que tinha um histórico frustrante de relacionamentos e você conhecido por não levar nenhuma garota a sério. Eu não sei se tudo isso foi um plano falho da sua parte para que eu caísse de quatro por você - literalmente -, mas eu posso jurar até mesmo agora que você gostou de mim. Você é o típico babaca metido a cafajeste que todas as escritoras descrevem em seus livros, mas comigo você sempre foi diferente. E é engraçado, porque eu tenho certeza que quem vê a gente agora, não crê que você era o cara que me presenteava, que cantava para mim todas as músicas que eu dizia gostar e que me fazia sentir a garota mais especial de toda a galáxia. Você está numa busca desesperada para demonstrar que está bem sem mim, enquanto todas as suas atitudes provam exatamente o contrário. Deixa de ser idiota, você acha que brigando comigo no meio dos nossos amigos vai te fazer soar mais desimpedido? Está estampado na sua cara que eu mexo contigo. Não adianta desviar de mim nos corredores da faculdade, me dar cortes sensacionais nos grupos do WhatsApp e falar das garotas que você transou perto de mim. Eu te conheço muito bem e espero que você não tenha se esquecido disso. Eu percebo os seus olhares, como você fica balançado e puto de ciúmes quando eu estou conversando com outros homens - principalmente seus amigos - e como você sente necessidade de tocar em mim. Eu não sou idiota como você tenta frisar. Eu sei que errei em diversos pontos, principalmente por não ter aliviado nas nossas brigas quando elas ainda tinham algum motivo plausível. Eu também sei que pisei na bola quando te dei diversos bolos e recusei os seus pedidos pra sair, mas eu estava tentando frear o que estava indo rápido demais. Você não entendeu, você nunca entende. Eu não quis zombar com a sua cara como você tenta espalhar por aí com essas suas indiretas fajutas. Eu gostava de você, só estava com medo. Eu fui covarde e você foi um idiota por não ter percebido. Agora nós dois nos comportamos como duas crianças, discutindo uma relação que não tivemos coragem de ter. Me liga quando você crescer. Eu não quero mais ser o palco para os seus suplícios em praça pública. Já passou da hora de você assumir o que você leva no peito. Eu espero que você nunca se esqueça das madrugadas que a gente passou juntos e das coisas que eu confessei para você quando ninguém mais estava acordado. Aquela sou eu de verdade. Eu não sou quem você está tentando fantasiar. Você me conheceu, eu te mostrei as minhas piores cicatrizes e te contei dos meus piores pesadelos. Não ignore isso. Essa é a verdade. Essa sou eu. Você gostava dos demônios que estavam dentro de mim, lembra? Você nunca se importou com eles. Não tente agir como quem nunca deu a mínima. Você prometeu que ia tentar. Eu sei que você não é quem está demonstrando ser, eu te conheci de verdade. Foi por isso que a gente insistiu, tá lembrado? A gente se sabia. E eu ainda consigo te sentir.”

Germana K. 
“E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.”

William Shakespeare.